Viola Country conquista título do Torneio do Trabalhador do CSU

159

Teixeira de Freitas – O torneio Primeiro de Maio do CSU, nos seus 35 anos de história, teve, mais uma vez, resultados surpreendentes. Nas três primeiras colocações os vencedores não eram os mais cotados, mas, em todos os confrontos derrubaram as estimativas da grande maioria dos torcedores, prevalecendo aquela velha máxima que diz ‘nome e fama não ganha jogo’.
As equipes que antes de a bola rolar eram as mais cotadas para chegarem à final foram ficando pelo caminho. Os melhores times da competição pelo nome e curriculum dos jogadores, considerados favoritas para brigar pelo título, eram Construtora Zé Carlos, Gabrielly Festa, Varejão das Baterias e CPTF, mas não foram bem, e pouca gente acreditava que na final estariam São Lourenço e Viola Country.
Em número de participantes o torneio deste ano foi um dos maiores da história, 98 times, com aproximadamente 2 mil atletas inscritos.
A competição eliminatória que começou dia 9 de abril teve também um torneio de futebol feminino que contou com quatro equipes e ambos os eventos se encerraram no dia 1º de maio em grande estilo, numa cerimônia que contou com cerca de 3 mil pessoas presentes no CSU.
O campeão foi o Viola Country, que, na final, venceu o São Lourenço por 1 a 0, gol de Cleiton. O terceiro colocado, Minas Cereais, derrotou a equipe de Nova Lídice também por 1 a 0.
O campeão Viola Country recebeu R$ 3.000,00, troféu e medalhas. O vice, São Lourenço, recebeu R$ 2.000,00, troféu e medalhas. E o terceiro, Minas Cereais, R$ 1.000,00, troféu e medalhas. Por Amadeu Ferreira