Tupi or not tupi, that’s the question

33
Compartilhar

Por professor Sérgio Nogueira
O que significa degredado?
a) quem sofreu degradação, destituído de graus, títulos ou funções,
rebaixado em sua condição moral, corrompido, degenerado;
b) desterrado, exilado, expatriado, banido;
c) quem (acusado, criminoso, refugiado) foi entregue a um governo estrangeiro que o exige em seu próprio país.
Resposta:
Letra (b). Degredado é quem foi condenado à pena de degredo (=exílio, desterro, banimento).
Degradado é “quem sofreu degradação, destituído de graus, títulos ou funções, rebaixado em sua condição moral, corrompido, degenerado”.
E extraditado é “quem (acusado, criminoso, refugiado) foi entregue a um governo estrangeiro que o exige em seu próprio país”.
Ocorre crase em “a vista, a venda e a porta”?
Estamos diante de um caso bem polêmico. Nos três casos, a dúvida é se há ou não o artigo definido feminino.
Alguns partem do seguinte raciocínio: Se a compra é “a prazo”, deveria ser “a vista” sem o acento da crase, pois não haveria o artigo feminino.
Entretanto, há autores que defendem a crase para todas as locuções adverbiais femininas, incluindo aí o “à vista” e o “à venda”. Por uma questão até de clareza: “Vender a vista sem o acento da crase” pode parecer que está vendendo “o olho”. Assim sendo, muitos estudiosos defendem o uso do acento da crase para as locuções adverbiais femininas: a) à vista, à toa, às claras – de modo;
b) à noite, às vezes, às 14h – de tempo;
c) à porta, à mesa, à direita – de lugar.
Você sabe…
…qual é a origem dos quintos dos infernos?
Quinto, como todos sabem, é o numeral ordinal correspondente a cinco: “O brasileiro chegou em quinto lugar”. Como numeral fracionário, corresponde a cada uma das cinco partes iguais em que pode ser dividido um todo: “Comeu um quinto do bolo”.
No período colonial, o quinto correspondia ao imposto de 20% que o erário português cobrava sobre o ouro, a prata e os diamantes extraídos do solo brasileiro. Quintos é um substantivo masculino plural, e significa “um lugar muito distante ou desconhecido”. Os quintos (sempre no plural) estão geralmente associados ao inferno, daí mandar alguém para “os quintos dos infernos”. É interessante notar que falamos dos quintos dos infernos, e não do “quinto” dos infernos, uma vez que (acho!) não estamos nos referindo aquele inferno que fica entre o quarto e o sexto inferno, muito menos à quinta parte do inferno…
Segundo o dicionário Houaiss, a expressão “ir ou mandar para os quintos” vem de “ir na nau dos quintos”, ou seja, ir degredado para o Brasil (a nau dos quintos era a que levava à metrópole o imposto de 20% sobre os metais preciosos). Por isso, “ir para os quintos” significava ser banido para esse lugar distante e desconhecido, que era o Brasil.
Acredite, “os quintos dos infernos” era o Brasil. Continua.

Compartilhar

Faça um comentário!