Prisões e circulação de ônibus: veja o que diz governador do ES sobre série de ataques

331

O chefe do Executivo estadual falou da motivação dos ataques, e afirmou que a polícia vai continuar nas ruas para tranquilizar a população

Foto: Luana Damasceno/ TV Vitória

Durante entrevista coletiva à imprensa na noite desta terça-feira (11), o governador Renato Casagrande comentou sobre a série de ataques a ônibus que acontece desde cedo na Capital do Espírito Santo. Segundo ele, até esta noite, dez pessoas foram presas. Veja a entrevista na íntegra:

Motivação de ataques

Renato Casagrande: “Uma tentativa de intimidação de um grupo criminoso pelo trabalho que a polícia está desenvolvendo. Trabalho eficiente. Buscamos e abordamos o local de um grupo criminoso, a polícia foi a esse local, recebida a tiros, revidou e alvejou um membro criminoso importante. Isso causou a reação desse grupo criminoso. A nossa polícia está bem preparada, estamos trabalhando com a Inteligência. Isso nunca intimidou e nem intimidará a polícia. Vamos controlar a situação que estamos vivendo nesse momento”.

10 pessoas presas

Renato Casagrande: “O que mais importa é que estamos trabalhando com informações de 10 pessoas envolvidas nos incêndios desses ônibus. Sabemos do grupo que está vindo esse comando. Estamos atuando para alcançar não só quem está na operação de atear fogo nos ônibus, mas também quem está dando as ordens para isso acontecer”.

Sobre o transporte público

Renato Casagrande: “Transporte público vai continuar operando, é uma decisão nossa e continuaremos com polícia reforçada. PM e PC estão em operação neste momento para dar tranquilidade aos moradores de Vitória. Temos mais de 35 homens da PM e da PM, Guardas Municipais, trabalhando para dar tranquilidades às pessoas. A motivação é essa, confronto que houve e a morte dessa pessoa muito próxima do grupo criminoso. Essa é a razão dessa investigação”. Redação Folha Vitória / Lais Magesky