Prefeito Manoelzinho garante buscar celeridade nas obras do museu Frans Krajcberg

86
Compartilhar

Nova Viçosa – O prefeito de Nova Viçosa, Manoel Costa Almeida, esteve presente nas comemorações dos 96 anos de vida do artista plástico Frans Krajcberg, considerado um dos 10 artistas vivos mais importantes do Mundo e o mais importante escultor do Planeta Terra, além de pintor, escultor, gravador e fotógrafo. Para Manoel, Krajcberg, conduz a uma reflexão maior futurista, porém de preocupações bem contemporâneas, “a simbologia desse ser humano é fantástico, viver esse momento aqui com ele torna a nossa condição de gestor ainda maior e maior responsabilidade”.
A preocupação maior do prefeito de Nova Viçosa é com o museu de Frans Krajcberg, uma vez que ainda não sabe o destino do seu acervo de mais de mil esculturas, desenhos, gravuras, telas, fotografias e filmes, que foram doados ao Estado da Bahia em fevereiro de 2013. Quatro anos depois, a criação do Museu Artístico Frans Krajcberg, aprovada por lei pela Assembleia Legislativa, ainda não aconteceu. A ideia inicial era abrigar parte das obras em um espaço no bairro de Ondina e o restante no sítio Natura em Nova Viçosa, o temor de Manoelzinho é de que o acervo seja dilapidado gradativamente.
A lei que criou a fundação para proteger a obra de Frans Krajcberg, foi um pedido do então governador Jaques Wagner (PT). Filhos de judeus poloneses, Wagner tinha identificação pessoal com a trajetória do artista plástico que, assim como seus pais, fugiu da Polônia durante a Segunda Guerra Mundial. A decisão de doar o acervo ao Estado se deveu justamente pela preocupação do artista com o futuro desse legado, em idade avançada, Krajcberg já não possui condições de cuidar da obra produzida por ele ao longo de décadas e armazenada no Sítio Natura, encravado em uma das últimas áreas preservadas de Mata Atlântica.
“Ele é o único brasileiro que possui um museu em Paris, na França, está radicado em Nova Viçosa há 45 anos, quase meio século de histórias que saem daqui para o mundo, e nós ainda não paramos para dar a esse homem as merecidas homenagens, Frans Krajcberg lutou pela liberdade, sofreu com a perseguição nazista e dedicou a sua vida à arte e à ecologia com uma visão que partia sempre daqui, por tanto será um compromisso da nossa gestão a conclusão do museu de Frans Krajcberg, será nosso legado não só para o povo de nova Viçosa e região, más um legado para o mundo” afirmou Manoelzinho. Por Ascom da Prefeitura de Nova Viçosa.

Compartilhar

Faça um comentário!