Policiais prendem dois acusados de atirar em teixeirense durante assalto

236
Os dois acusados devem ser recambiados para Teixeira de Freitas. Foto: Teixeira Notícias.
Os dois acusados devem ser recambiados para Teixeira de Freitas. Foto: Teixeira Notícias.

Alcobaça – Uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar de Alcobaça terminou na prisão de Welton Botelho da Silva, de 30 anos, e Kedson Santos do Rosário, 23, acusados de crime de tentativa de homicídio contra o teixeirense Aguinaldo Márcio Meira Quadros, o “Cabeça”, de 46 anos, alvejado com um tiro da cabeça quando estava em companhia de alguns amigos em uma rua próxima à orla alcobacense.

Informações prestadas por testemunhas dão conta de que os amigos conversavam em frente ao imóvel, quando dois indivíduos desconhecidos se aproximaram em um moto e desceram, um deles armado, exigindo os aparelhos celulares.

Deitados ao chão, os demais permaneceram imóveis, enquanto Aguinaldo teria se levantado e tentado apossar-se de uma mangueira para livrar-se dos assaltantes. Nesse momento, o assaltante armado disparou pelo menos três vezes em direção ao teixeirense, que acabou alvejado na cabeça.

Gravemente ferida, a vítima foi socorrida rapidamente para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), onde passou por cirurgia e permanece internada com visíveis melhora na recuperação.

“Cabeça” passou por cirurgia, e seu estado de saúde ainda é grave. Foto: Arquivo da família.
“Cabeça” passou por cirurgia, e seu estado de saúde ainda é grave. Foto: Arquivo da família.

Segundo informou o delegado Robson Marocci, titular de Alcobaça, os acusados já teriam confessado a autoria do crime. A expectativa é que os dois sejam recambiados nos próximos dias para o Conjunto Penal de Teixeira de Freitas.

Nas últimas horas, especialmente após a prisão da dupla, começaram a surgir apelos de amigos da vítima para que a imprensa não tratasse os dois presos como acusados ou suspeitos, e sim como assassinos. É importante esclarecer que mesmo uma pessoa confessando um crime, ela só pode ser considerada oficialmente culpada após julgada e condenada pelo Poder Judiciário. Por Ronildo Brito, do site Teixeiranews. Confira matéria correlata.

Bandidos assaltam em plena luz do dia e atiram na cabeça de uma das vítimas

Alcobaça – Por volta das 16h30 de quarta-feira (28/5), a Polícia Militar de Alcobaça foi informada sobre um assalto seguido de tentativa de homicídio, em frente a uma residência, na orla da cidade.  Uma guarnição da Polícia Militar (PM) foi ao local e confirmou o fato. Uma das vítimas levou três tiros na cabeça e foi socorrido ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF). A vítima foi identificada como Aguinaldo Márcio Meira Quadros, conhecido por “Cabeça”, morador de Teixeira de Freitas.

“Cabeça” encontra-se sedado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do HMTF, após passar por uma cirurgia delicada. Dois projéteis ainda estão alojados na cabeça, e é grave o seu estado de saúde. Amigos e familiares encontram-se na frente do hospital, à espera de novas informações. Segundo informações, quatro pessoas estavam em frente à residência, quando dois elementos passaram de moto, perceberam que alguns deles estavam com celular na mão e voltaram.

O carona desceu e gritou: “perdeu”. Todos deitaram no chão, e o criminoso começou a pegar celulares e carteiras. Nesse momento, o “Cabeça” correu para dentro da casa, pegou uma mangueira, que tinha um aplicador em forma de pistola e ameaçou os criminosos. O bandido atirou cinco vezes contra a vítima e conseguiu acertar três tiros. Em seguida, correu, levando apenas um dos celulares, que ainda caiu na hora da fuga e quebrou o visor.

A Polícia Militar efetuou rondas na cidade e conseguiu conduzir para a delegacia cinco suspeitos. Em contato telefônico com o delegado titular de Alcobaça, dr. Robson Marocci, ele informou que há possibilidade de que pelo menos um dos cinco acusados tenha participado do crime. Mas, aguarda as testemunhas que ainda não fizeram o reconhecimento. O caso segue investigado pela Polícia Civil, que solicitou uma perícia no local.

Peritos do Departamento de Polícia Técnica, dr. Manuel Garrido e Everton dos Anjos fizeram uma perícia no local da ação. Segundo os peritos, o atirador correu atrás da vítima e efetuou alguns disparos, já dentro da casa. Dois fragmentos de projéteis foram coletados no local e passarão por exames físico-descritivos. Por Edvaldo Alves/Liberdadenews.