O ex-vereador Juscélio é encontrado morto em galpão abandonado

368

Teixeira de Freitas – Juscélio Alves de Oliveira, que havia completado 57 anos dia 8 de julho, ex-vereador por Teixeira de Freitas, foi encontrado morto por volta das 17h de quinta-feira (17/8) dentro da área da central para recolhimento de embalagens vazias de agrotóxicos localizada às margens da estrada de Juerana, nos fundos da antiga Emarc, a 2 km do Posto da Polícia Rodoviária Federal. Segundo informações, um fazendeiro vizinho, que estava passando próximo ao local montado a cavalo, foi quem avisou a polícia.

Juscélio foi encontrado morto em cena de suposto suicídio.
Juscélio foi encontrado morto em cena de suposto suicídio.

O ex-vereador teria chegado ao local num veículo Fiat Strada, de placa OVA-1683, licenciado pelo município de Prado, e, segundo o perito Bruno Melo, quem fez o levantamento cadavérico, provavelmente, Juscélio passou por uma cerca que dava acesso ao fundo do depósito, já que o cadeado do portão estava fechado; amarrou uma corda em uma árvore e pulou, caracterizando suicídio.

Segundo informações de pessoas ligadas à vítima e de um dos irmãos que é policial militar, Juscélio estava tranquilo, feliz, pois a filha está perto de ganhar neném, e que não demonstrava sinais de que algo estaria acontecendo. Ele também era irmão do policial civil Natanael. Juscélio foi vereador na primeira gestão de Wagner Mendonça, e foi assessor parlamentar no último mandato do ex-vereador Gonzaga, sempre envolvido no meio político.

Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica efetuou a perícia no local do suicídio e no veículo da vítima. Segundo os peritos, não foi encontrado nenhuma motivação, carta, ou qualquer sinal de que a vítima pretendia o suicídio. O corpo foi necropsiado pela perita médica Ad Hoc dr.ª Cezarina Siqueira, e após exames foi liberado aos familiares para velório e sepultamento. Por Mirian Ferreira/Liberdadenews.