Liderança Política

45
Compartilhar

“A qualidade da liderança não se mede pela popularidade que gozam, mas pelos resultados que ele consegue produzir.” (Peter A. Drucker). Numa liderança política pesam alguns aspectos. A citar:

Valores pessoais é necessário ter uma causa que lhe proporcione movimento, inquietação, insatisfação, mas acima de tudo que tenha interesse pelo desenvolvimento das pessoas por seguimento, mesmo porque não há condições alguma de alcançar de forma personalizada cada cidadão e certamente, trazer para si o compromisso pelo crescimento da região como um todo.

Princípios do partido no qual o gestor público é filiado. Os pensamentos e as que diretrizes que justificam e fortalecem a existência do partido político.

Plano de governo – Tratado de compromisso onde estão as suas prioridades informadas em campanha, visando atender dentro do tempo da gestão, geralmente quatro anos. São questões de ordem social que se tornaram entraves ou problemas ao longo de um determinado tempo, para tanto, motivo pelo qual o gestor ali se encontra para propor soluções.

Execução do plano – Materialização de soluções diante dos problemas reclamados ou que poderão afetar a população. Se estão contempladas a realização de obras na cidade (construção e revitalização do patrimônio público), que seja feita a vontade do planejamento com ênfase para a disponibilidade técnica, financeira, humana e material. Não diferente, as obrigações com as contas.

Aceitação ou rejeição popular – A maioria das necessidades foram supridas ou não? Se o gestor público não cumprir, haverá consequências para a sua imagem e reputação. Logo, tudo isso refletirá na sua aceitação ou rejeição.

Compartilhar