CURTAS E PICANTES (29)

54
Compartilhar

Na corda bamba
Enquanto Temer procura manter seu governo de pé, sofre uma baixa inesperada na equipe. A presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos, entregou o cargo com apenas um ano à frente do Banco, saiu por ter se sentido pressionada para liberar recursos. No mesmo dia, o STF recebeu dois pedidos: um do procurador-geral, Rodrigo Janot, que quer o interrogatório de Temer, e outro dos advogados do presidente, que tentam tirar o caso do ministro Edson Fachin. Toda essa movimentação fez com que encerrasse uma semana turbulenta, em que Temer perdeu assessores, enfrentou protestos e ainda viu a Câmara receber um pedido de impeachment da OAB.

Acordo será rediscutido
Joesley Batista renunciou à presidência do conselho administrativo da JBS e seu irmão Wesley deixou a vice-presidência do colegiado, mas, permanece na presidência executiva da empresa. O ministro Gilmar Mendes, do STF, defendeu que o acordo de delação negociada pela JBS com os investigadores e validado por Fachin seja rediscutido pelo plenário do tribunal, com a participação dos demais ministros. O que se está questionando é que não é justo que os irmãos da JBS ganhem imunidade em troca da colaboração, enquanto, por exemplo, Marcelo Odebrecht vai cumprir penas que totalizam 10 anos, que também fez a delação premiada.

Saúde é prioridade
Para o governador Rui Costa, que está com o governo bem avaliado, a saúde tem sido prioridade. Além dos mutirões que vem fazendo através das carretas móveis, está incentivando os consórcios de saúde em toda a Bahia. Quatro policlínicas já estão prontas para serem inauguradas até o mês de setembro nas cidades de Jequié, Irecê, Guanambi e Teixeira de Freitas. As quatro policlínicas cobrirão 80 municípios e uma população de, aproximadamente, 1,9 milhões de pessoas. Outras 10 cidades-polos também receberão os benefícios para a realização de consultas e exames específicos. Cada unidade custou, em média, R$ 20 milhões em obras e equipamentos e serão administradas pelo consórcio.

E a saúde de Teixeira?
O prefeito Temóteo Brito, quando assumiu o governo, se comprometeu a fazer da saúde de Teixeira uma referência na Bahia. Segundo ele, já avançou 30%. Algumas melhorias já são visíveis, como, por exemplo, a UNACON. A Unidade para o tratamento do câncer foi reestruturada. A UPA está atendendo cerca de 300 pacientes por dia, durante 24 horas; a Hemodinâmica recebeu novos equipamentos e foi totalmente reformada; a marcação de exames especializados já foi normalizada, em 2 meses foram marcados 11.500 exames; o LACEN está sendo adequado para entrar em ação. O Hospital Regional está sendo completamente reformado e receberá novos leitos.

Conjuntos residenciais
O conjunto residencial Santos Guimarães, com mil casas entregue recentemente, deixou os moradores felizes com a aquisição da casa própria. O problema é que não foram construídos equipamentos, como escolas, creches e postos de saúde. A equipe da Secretaria de Educação fez um levantamento e em apenas 40% das famílias que já mudaram foram cadastradas 450 alunos para serem deslocados diariamente. Depois que as casas forem completamente ocupadas, estima-se que mil alunos terão que ser transportados até que seja construída escola no local. Isso significa que a prefeitura vai ter que disponibilizar 25 ônibus diariamente. Outro problema grave é a falta de creches.

Compartilhar

Faça um comentário!