Crime ousado: Estudante é assassinado ao deixar escola para lanchar

618

Itabela – Além do Prado, que comprovadamente é um dos municípios mais violentos da região, nos últimos meses a população da pequena cidade de Itabela, às margens da rodovia BR-101, vem acompanhando assustada a onda de crimes.

No desespero populares socorreram o jovem ao Hospital Municipal de Itabela, onde o mesmo já teria chegado sem vida. Foto: Folha Baiana.
No desespero populares socorreram o jovem ao Hospital Municipal de Itabela, onde o mesmo já teria chegado sem vida. Foto: Folha Baiana.

E na noite desta quinta-feira (3/4) a mais nova vítima da matança foi o estudante Marcelo Oliveira, de 18 anos, que segundo o site Folha Baiana, foi morto com cinco disparos de arma de fogo, todos na região da cabeça.

O jovem fazia um lanche, quando foi surpreendido por um elemento armado, esse que aproximou-se dele e disparou várias vezes em sua direção.

Segundo informações de policiais militares de Itabela, que chegaram rapidamente ao local, a vítima ainda chegou ser socorrida ao hospital municipal, onde já chegou em óbito.

Mais um pai chora a morte prematura do filho na região; estudante foi assassinado com o fardamento da escola. Foto: Folha Baiana
Mais um pai chora a morte prematura do filho na região; estudante foi assassinado com o fardamento da escola. Foto: Folha Baiana

O pai do jovem morto, que é mais conhecido por “Bacana”, entrou em desespero ao saber da morte do filho.

De acordo com os primeiros levantamentos feitos pela Polícia Civil, o jovem Marcelo Oliveira, de 18 anos, havia assistido todas as aulas onde estudava e teria saído da escola dizendo que estava com fome e por isso iria lanchar. No momento que comia a guloseima em um estabelecimento comercial próximo a uma praça bem em frente à escola, acabou assassinado. Após o crime o homicida fugiu calmamente ainda de arma em punho. O assassinato segue sendo investigado pelo delegado Hermano Costa, titular da Polícia Civil de Itabela. (Por Ronildo Brito)