Criança de 5 anos teria sido sequestrada em Linhares

249

Linhares – Uma mãe está sendo acusada de sequestrar sua própria filha de apenas cinco anos de idade, na cidade de Linhares, no Espírito Santo. A mãe seria uma moradora de Teixeira de Freitas, para onde a criança teria sido trazida.
Maria Vitória Carapina Serra teria sido sequestrada no início da tarde de terça-feira, 17 de maio, por volta das 12h, no Centro de Educação Infantil Municipal Aristides Pinto Caldeira, no Aviso, em Linhares/ES. A criança é matriculada em período integral e teria sido entregue à mãe biológica.
De acordo com a bisavó da menina, Creuza Maria dos Santos, 62 anos, a sequestradora estava na companhia de um homem, em um veículo Fiat Uno, de cor branca. A Maria Vitória estava sob a guarda de uma tia desde os 9 meses de idade, a qual tinha sua guarda definitiva. Ainda segundo a bisavó, ela teria dito, na creche, que tinha autorização da família para levar Maria Vitória. “A escola não tinha autorização para entregar a Maria Vitória. É uma irresponsabilidade. Estamos todos atordoados”, disse a bisavó da criança.
“Recebemos uma ligação dizendo que ela já estaria chegando à Bahia com a minha bisneta”, acrescentou. Segundo a bisa, após o contato no telefone da suspeita, as ligações só registravam fora da área de cobertura ou desligado. A cidade de Teixeira de Freitas teria sido o destino da mãe com a criança. O caso é investigado pela 16ª Delegacia Regional de Linhares. A imprensa local tentou falar com a diretora, coordenadora, supervisora e monitora da escola, as quais aguardavam para prestar depoimento na delegacia, mas, nenhuma das funcionárias da escola quis se pronunciar. Apenas informou que o secretário de Educação, Sérgio Lopes, iria falar sobre o caso.
Segundo informações, a escola não possui vigilância e a coordenadora do turno vespertino estaria atuando nos dois turnos porque o profissional da manhã estaria de férias. A Prefeitura de Linhares emitiu uma Nota Oficial sobre o caso, dizendo que a Secretaria Municipal de Educação acionou a polícia, o Conselho Tutelar, está prestando toda assistência à família e que vai instaurar um procedimento administrativo para apurar o caso internamente; e que o caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que, por sua vez, confirma a investigação e revela que não possui nenhuma nova informação sobre o fato. Qualquer informação que possa ajudar na localização de Maria Vitória deve ser repassada para o número 181, garantido o sigilo das informações. Informações poderão ser prestadas nos números (027) 99913-0170 (Edvaldo) e (027) 99893-6703 (Ludiane). Fonte: Sitedelinhares.com.br