Briga generalizada na Ala B do CPTF fere cinco e deixa um morto

730

Possível disputa por comando do pátio teria sido a causa da confusão

 

Após retomar a ordem do Pátio B do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, cenário de mais uma disputa entre internos, no fim da tarde de quinta-feira (19/11), a direção da unidade identificou os feridos levados ao HMTF, dentre eles, o interno que faleceu. Os três feridos que ainda estão sob os cuidados médicos são Charles de Campos, Geones Santos de Jesus e Jonatan Kerlli Souza dos Santos.

Na mesma noite do dia 19 de novembro, após entendimento da direção do Conjunto Penal e o delegado-coordenador da 8ª Coorpin, dr. Marcus Vinícius, foram apontados sete detentos como os autores de uma confusão que culminou com a morte de um e três internos da unidade prisional feridos, que foram ouvidos pela Polícia Civil.Foto 11 1 Polícia Charles de Campo era rmão de Sandro Marcos que veio a óbito no Hospital

Além das medidas disciplinares que normalmente são impostas para os envolvidos nesse tipo de confusão, se ficar comprovada ligação deles no assassinado do colega de cela, todos devem ser responsabilizados criminalmente, implicando no aumento do tempo da pena e a perda de benefícios, caso os tenham.

O detento Sandro Marcos de Souza fora assassinado com um golpe de arma artesanal na região do pescoço. Ficaram feridos Geones Santos de Jesus, Charles de Campos e Jhonata Kerlli Souza dos Santos, os quais receberam atendimento no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF) e não correm o risco de morrer. Outros dois internos sofreram ferimentos leves e foram atendidos na própria enfermaria do Conjunto Penal.

Os acusados do homicídio consumado e os três tentados, ouvidos na noite de quinta-feira, dia 19, na sede da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, foram Pedro Ivo Fernandes dos Santos; Leonildo Lima do Carmo; Rodrigo da Silva Anacleto; João Marcos Cancela dos Santos; André Alves dos Santos; João Mário Santos Oliveira e Aurenilson de Jesus.

Durante as oitivas, alguns negaram envolvimento no ataque aos rivais, mas, todos foram unânimes em dizer que o motivo da briga foi, de fato, controle do Pátio B, o mais complicado do ponto de visto disciplinar.

Após serem ouvidos pela Polícia Civil, que abriu inquérito para apurar o caso, eles foram levados de volta para o Conjunto Penal. Não é descartada a possibilidade de transferência de alguns para outras alas da prisão.

A briga foi contida pelos agentes de segurança e policiais da Cipe Mata Atlântica.

Vítima aguardava ser apresentada em Nanuque

Sandro Marcos já estava com alvará de soltura expedido pela Vara de Execuções Penais de Teixeira de Freitas, por já ter cumprindo a pena de roubo praticado em Teixeira de Freitas, mas, continuava na unidade prisional por força de outro mandado de prisão por roubo expedido pela Comarca de Nanuque, para onde seria levado na próxima semana.

Unidade de Segurança Máxima

Segundo a direção da unidade prisional, a Secretaria de Segurança Pública já disponibilizou veículos para levarem para Serrinha, onde há Unidade de Segurança Máxima, todos os envolvidos na briga. Por enquanto, as visitas estão suspensas até que retorne o clima de tranquilidade.

Foi aberto tanto um inquérito policial, quanto o procedimento administrativo para apurar as responsabilidades dos envolvidos. Compilação e fotos dos sites Teixeiranews e Liberdadenew