Audiência pública discute problema do lixo em Itanhém

192

Itanhém – A Prefeitura de Itanhém, através da Diretoria de Meio Ambiente, na manhã de terça-feira (18/11), na Câmara Municipal, promoveu audiência pública para tratar do Plano Municipal de Resíduos Sólidos. A comunidade foi ouvida a respeito dos problemas e das alternativas para dar solução sobre o destino do lixo produzido em todo o município.
O advogado e consultor Jurídico Fernando Becevelli falou sobre a lei de resíduos sólidos e consórcios intermunicipais, que são parcerias entre municípios para a realização de ações conjuntas, incrementando a qualidade dos serviços públicos prestados à população. Já o pedagogo Roberto Almeida abordou a importância do Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e de Saneamento Básico de Itanhém.
Antes do início da audiência alunos da AABB Comunidade apresentaram coreografias que procuram conscientizar as pessoas para proteger o meio ambiente, dando um melhor destino ao lixo produzido nas cidades.

No encontro que debateu a problemática sobre o lixo em Itanhém, além do prefeito da cidade, “Bentivi”, também se fez presente o de Vereda.
No encontro que debateu a problemática sobre o lixo em Itanhém, além do prefeito da cidade, “Bentivi”, também se fez presente o de Vereda.

Foram apresentados os princípios e a metodologia de elaboração do plano que deve atender os critérios da lei 12.305/2010, que trata do fechamento de lixões ao céu aberto e a obrigatoriedade dos municípios de criarem plano de gestão integrada de resíduos sólidos, que abrange desde o gerador dos resíduos até sua destinação final.
Com a nova lei, Itanhém, assim como os demais municípios brasileiros, precisam apresentar o plano de destinação do lixo. Para isso, é necessário que seja estudada a melhor tecnologia a ser usada na reutilização dos resíduos sólidos, o diagnóstico da quantidade de lixo produzido diariamente no município, o planejamento de um programa de educação ambiental, a criação de métodos de geração de emprego e renda, de modo que inclua as categorias envolvidas nesse meio, como os catadores.
“Esse tema não só interessa a nós do poder público, mas também a toda sociedade. Precisamos viabilizar uma solução possível de se praticar para darmos um melhor destino ao lixo. Por esta razão estamos viabilizando um consórcio com os municípios de Medeiros Neto, Lajedão, Ibirapuã e Vereda”, explicou o prefeito Milton Ferreira Guimarães (PSB), o Bentivi. Fonte: Edelvânio Pinheiro e foto: Edelvácio Pinheiro.