Assunto do dia | Bastidores

34
Compartilhar

Assunto do dia
Embora o Presidente da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, vereador Agnaldo da Saúde, tenha baixado um Decreto proibindo o uso de veículos da Câmara em “missões particulares”, o fato aqui em pauta é o uso de um dos veículos no período de carnaval em uma das praias da vizinha cidade de Caravelas pelo vereador Darlan Martins Lopes.

Pois bem:
O nobre edil deveria saber de antemão que o uso do veículo para tais fins não condiz com a ética, responsabilidade, moralidade, enfim, não pode usar o carro para seu lazer ou de outros ligados ele, no entanto, para encobrir o erro, tentou cobrir o carro com pedaços de lona etc. etc e tal.

Mas como no balneário…
Venta muito, os pedaços de lonas acabaram por deixar à mostra as logomarcas da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas e como o celular é uma máquina inventada pelo ‘diabo’, o portador não perdeu a oportunidade clicou o veículo, jogou nas redes sociais e não deu outra, rebu total.

Errou ao economizar
Mas o mais inusitado é que dias depois, esse Colunista se encontra com o vereador Ronaldo Cordeiro “Baitakão”, no centro de Teixeira de Freitas e aborda o fato apenas para comentários pessoais, no entanto, o edil sai com essa pérola: “Seu erro foi ter economizado. Não devia ter comprado uma lona maior?

Fica então a dúvida…
Quantas lonas não foram compradas até hoje para que as logomarcas da Câmara não fossem fotografadas por internautas?

Prostíbulos
A palavra é pesada, mas não vejo melhor hora para empregá-la diante do que vem ocorrendo há anos em nossas cidades litorâneas.

Em todos os carnavais
E grandes eventos festivos, nos deparamos nos portais das cidades da Costa das Baleias (Prado, Alcobaça, Caravelas, Nova Viçosa e Mucuri), com dezenas de pessoas distribuindo preservativos / camisinhas. Os veículos são parados e sem nenhum pudor são entregues aos motoristas (a maioria deles com famílias e filhos adolescentes) com a nítida expressão facial: entre que o sexo com camisinha tá liberado.

Isso me enoja
Pois nosso litoral não pode mais servir de orgia incentivada por nossos gestores (secretários de saúde e prefeitos), precisamos sim, que as famílias da região e os turistas venham para se divertir com a festa, não com incentivo ao sexo.

O resultado desse indesejável ato
Se veem no segundo semestre do ano com dezenas e centenas de jovens mães solteiras que sequer sabem com quem transou nas orgias das festas de fim de ano e carnaval. O leitor pode questionar. A camisinha não serviu pra nada? Serviu apenas para abrir o apetite sexual.

Jornal Alerta nos 30
Choro e lágrimas
Pela saída do Padre Aparecido da Secretaria de Bem Estar Social da Prefeitura de Teixeira de Freitas. Contam nos bastidores que dois motivos levaram o Padre Aparecido, a deixar a Secretaria: a falta de recursos e a sua candidatura a candidato a prefeito por Teixeira. Avaliações políticas feitas por terceiros afirmam que faltou jogo de cintura para segurar o Padre no cargo, pois ele era uma ancora e um porto seguro da Administração Wagner Mendonça.

IV Feira da Cultura
Foi de tirar o chapéu a apresentação da Escola de Música Villa Lobos, durante a abertura da IV Feira da Cultura na Praça da Bíblia. A galera literalmente aplaudira de pé o coral.  Completando, quero parabenizar o Pires e toda a sua equipe pelo brilhante trabalho na realização da Feira Cultural, assim como o apoio dado pelo prefeito Wagner Mendonça.

Parabéns
Ao técnico, Richard Alves pelo novo cargo de Gerente Regional do Sebrae em Porto Seguro. Richard é um profissional tarimbado que conseguiu chegar onde chegou, graças ao trabalho sério e sempre perseverante. Como diz sua mãe, Carla Alves, diretora da Revista Atual e nossa Colunista Social: “Você vai longe garoto”.

Final de Coluna
“Recordista mundial em número de sindicatos, o Brasil cria 250 novas organizações desse tipo por ano. Segundo a revista Veja, em outubro do ano passado, havia 16.293 deles, prontos para servir de sinecura a dirigentes e de complicador às relações de trabalho. O motivo pelo qual os temos em tal quantidade (125 vezes mais do que os Estados Unidos e 180 vezes mais do que a Argentina) é o mesmo pelo qual são tantos os nossos partidos políticos. Há muito dinheiro fácil para uns e outros”. Percival Puggina.

Compartilhar

Faça um comentário!