Acusado de estuprar e assassinar mulher em Prado é preso em São Paulo

16
Compartilhar

Prado – Operação da Polícia Civil do Prado em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, bem como a Polícia Civil de São Paulo logrou êxito em prender em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, Luiz Carlos da Cruz Nascimento, oriundo da cidade de Roseiras-SP.
O acusado é investigado em um inquérito policial, que apura o crime de homicídio qualificado, tendo como vítima Carmelita Santos de Oliveira.
O crime ocorreu no distrito de Guarani, em Prado, onde a vítima além de estuprada, foi morta por estrangulamento, o que causou comoção na comunidade local.
A Polícia Civil do Prado havia representado pela prisão preventiva de Luiz Carlos, o Ministério Público deu sua cota favorável e o Judiciário determinou a expedição do mandado, o qual foi devidamente cumprido na quarta-feira, dia 28, na Rodovia Presidente Dutra, por onde circulava o homicida, estando ele agora preso à disposição da Justiça da Bahia na cidade de Roseiras – São Paulo.
A prisão foi possível após a Polícia Civil do Prado receber a informação que Luiz Carlos estaria em uma fazenda no Espírito Santo e que havia saído de lá em direção à capital paulista, sendo ele interceptado pela PRF, que em posse da informação nos sistemas de segurança, efetuou a prisão e apresentou o elemento à Delegacia da Polícia Civil de Roseiras, para onde foi encaminhada cópia do mandado expedido pela Justiça do Prado.
Nos próximos dias deverá ser providenciada a sua transferência para o Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF), onde aguardará julgamento por parte da Justiça. (Da redação TN).

Compartilhar

Faça um comentário!