A.T. – Coleções de figurinhas

258

Embora a expressão coleções de figurinhas possa parecer estranha, é muito comum na vida das crianças. As figurinhas (cromos) de artistas de cinema, de jogadores de futebol, de heróis de quadrinhos (HQ), de contos de fada e de outros aspectos da vida que fizeram e fazem parte da infância de muitas pessoas.

Havia álbuns onde as figurinhas eram coladas e cada álbum completo podia ser trocado por um prêmio, como uma caneta, uma boneca, uma bola de futebol.

As figurinhas eram adquiridas em pacotes fechados contendo algumas unidades. Havia as figurinhas “fáceis” que eram as que saiam com maior frequência.

Outras eram “difíceis” porque havia poucas delas em circulação.

Havia também as “muito difíceis”, carimbadas pelo fabricante, que por si só, valiam prêmios especiais.

As figurinhas repetidas (duplicadas) que uma criança já possuía eram trocadas por outras com o objetivo de obter as que faltassem em seu álbum.

Era comum duas ou mais crianças mostrarem seus álbuns incompletos umas para as outras a fim de exibirem figurinhas que uma possuía e as outras não, ao mesmo tempo em que conhecia a(s) figurinha(s) que ela não tinha, mas seu colega sim.

Em AT há uma analogia entre coleção de figurinhas e a coleção de emoções.

Imaginar que as emoções sejam como “figurinhas” que se colecionam é útil para compreender melhor como as carícias ativam nossas emoções e como essas emoções são colecionadas e agem sobre a pessoa. 

Todos nós colecionamos emoções preferidas. Alguns colecionam emoções positivas (bondade, alegria, gratidão, amor).

Outros colecionam emoções negativas (vergonha, medo, inveja, raiva, orgulho, ressentimento, culpa).

As pessoas trocam emoções como as crianças trocam figurinhas.

Dorothy JONGEWARD e Muriel JAMES em seu livro “Winning with peopleGroup Exercices in T.A.” (Vencendo com as pessoas – Exercícios em grupo em Análise Transacional) mostram que as crianças – já na infância – começam a estabelecer suas preferências por esta ou aquela coleção de emoções. Por Carlos Magno Perin