TJBA e BB querem eliminar papel em depósito judicial e na expedição do alvarás

17
Compartilhar

Equipe do Tribunal de Justiça da Bahia participou de videoconferência com a equipe de Tecnologia da Informação (TI) do Banco do Brasil

Uma equipe do Tribunal de Justiça da Bahia participou de uma videoconferência com a equipe de Tecnologia da Informação (TI) do Banco do Brasil, na última segunda-feira (17).

Na ocasião, foi apresentado um sistema de interligação do Banco do Brasil com os tribunais, que tem como finalidade possibilitar a troca de informações eletrônicas.

Com isso, busca-se resolver o problema de inconsistências nos dados que são informados pelas partes – aqueles gerados pelo tribunal – o que vai proporcionar maior celeridade, segurança e confiabilidade das informações.

Com o sistema será possível integrar tanto o depósito judicial quanto a expedição do alvará. Todas as movimentações passam a ser feitas de forma eletrônica, sem o uso de papel.

Pelo Tribunal participaram a desembargadora Maria de Lourdes Pinho Medauar; a juíza Marielza Brandão, assessora especial da Presidência; o diretor de Primeiro Grau, Cícero de Moura; e os servidores Cláudio Lemos e Thaís Felippi, além do superintendente de Negócios Varejo e Governo Bahia no Banco do Brasil, Fernando Poncio Paiva.

O Banco do Brasil enviará para o Tribunal de Justiça da Bahia uma minuta do Termo de Cooperação Técnica e, ainda essa semana, haverá o fornecimento, por parte da equipe técnica do banco, do detalhamento dos requisitos de sistema para ser examinado pela equipe de TI do Judiciário baiano.

Após isso, o TJBA definirá em quais unidades será implantado o Projeto Piloto.

Compartilhar

Faça um comentário!